No dia 21 de dezembro a Terra irá aumentar a frequência de suas vibrações

El físico Romeno de prestigio internacional Ancu Dinca comentou numa entrevista a imprensa do país sobre os rumores do fim do mundo que supostamente chega no 21 de dezembro deste ano. Segundo o especialista nos problemas da energia da Terra, o único que se espera esse dia é o aumento da frequência da vibração da Terra até 12,8 Hz, ou seja, o nível recorde. No entanto, muito dependerá do lugar onde uma pessoa se encontre  neste momento, onde sua vida poderá mudar tanto para melhor como para pior.
“Relaxem-se, comam, bebam e passem o tempo com sua família. Deste modo vocês celebrarão o apocalipse mais bonito”, afirmou o físico. No entanto, o aumento da frequência de vibração do planeta pode ter um impacto negativo sobre a saúde das pessoas sensíveis às variações climáticas.
Dinca compôs um mapa aproximado das zonas geográficas protegidas da influencia negativa da Terra. Por exemplo, em Romênia tem regiões boas para ‘abrigar-se’ neste dia e outras mais expostas a energia negativa, já que é um país com grande riqueza de formas de releve, destaca Dinca.
Ancu Dinca é um cientista reconhecido internacionalmente. Em 2011, recebeu o mais prestigiado prêmio da Romênia por ter inventado um tipo de biolaser.
Anúncios

Cientistas tentam provar existência da alma

Cientistas tentam desvendar, cientificamente, a alma
Segundo dois cientistas, depois que a pessoa morre a informação quântica dentro de estruturas cerebrais não é destruída
O médico americano Stuart Hamerroff e o físico britânico Sir Roger Penrose afirmaram que podem provar cientificamente a existência da alma.
Em entrevista ao Daily Mail, eles explicam a teoria quântica da consciência, que revela que as almas estão contidas dentro de estruturas chamadas de microtúbulos, os quais vivem dentro de nossas células cerebrais.
Segundo a publicação, a ideia se origina da noção de que o cérebro seja um computador biológico, com 100 bilhões de neurônios, que agem como redes de informação. A teoria foi levantada em 1996 e, desde então, os cientistas estudam a possibilidade.
Os dois alegam que as experiências da consciência são resultado dos efeitos da gravidade quântica dentro dos microtúbulos.
Experiência
Em uma EQM (Experiência de Quase-Morte), os microtúbulos perdem seu estado quântico, mas a informação dentro deles não é destruída. É como se “a alma não morresse, voltasse ao universo”.
Hameroff explicou a teoria em um documentário narrado por Morgan Freeman, chamado “Through the Wormhole” (Através do Buraco de Minhoca), que foi levado ao ar recentemente pelo Science Channel, nos Estados Unidos.
“Vamos dizer que o coração pare de bater, o sangue pare de fluir, os microtúbulos percam seu estado quântico. A informação quântica dentro dos microtúbulos não é destruída; ela não pode ser destruída; ela simplesmente é distribuída e dissipada pelo universo“, disse o cientista.
Segundo ele, “se o paciente é ressuscitado, esta informação quântica pode voltar para os microtúbulos e o paciente passa por uma EQM”.
Da Redação noticias@band.com.br
mais informaçao: http://noticias.band.uol.com.br/ciencia/noticia

2012 – Evoluir com a Nova Terra

(Dolores Cannon), com seu trabalho de mais de 40 anos tem muito a nos dizer, na sua trajetória ela teve um imenso arquivo que eram os seus pacientes e através da hipnose ela conseguiu extrair e ter acesso nesse imenso arquivos de dados que é nossa mente inconsciente(subconsciente). Com sua técnica única ela conseguiu obter esses resultados, e nos dar essas ricas informações contando com 18 livros que trazem revelações de todo o tipo, desde metafísica, espiritualidade, avance espiritual, quantum healing, ovnis etc.

Nesse vídeo ela comunica sobre a mudança que fará o Planeta Terra da 3ª a 5ª Dimensão, que Nossa Terra chegou num ponto que não aguenta mais a destruição que tantos e tantos anos vem sofrendo, e por isso “se decretou” um processo que será o desenvolvimento de outra Terra, um planeta inteiro mudará de dimensão ao subir as frequências e vibrações, essa passará a outra dimensão se separando e dividindo dessa que conhecemos. Uma Nova Terra. A Terra velha ficará com toda negatividade e de ruim que temos, e a Nova será formosa e bela, então quem conseguir elevar sua vibração irá mudar junto com ela. As frequências estão mudando (cambio) pouco a pouco e já vêm vindo de anos atrás, gradualmente, lentamente, se fosse uma mudança repentina o corpo nao aguentaria, entao os corpos se vêm ajustando as essas mudanças também. Os que estão prontos para essa mudança são as pessoas que estão abertas e dispostas a aprender.

O corpo e o DNA estão mudando definitivamente, os que mais sofrem são os que tem mais idade, os idosos. As crianças não, já que estão nascendo com seus DNAs evoluídos.

Mais uma vez cuidar oque comemos e que a carne vermelha nos deixa com as frequências baixas, (devemos fazer o contrario subir nossas frequências, para poder-nos progredir junto com a Terra), comer comidas leves, mais crus possíveis. Os que forem a esse novo “mundo”, com o Tempo nossa dieta será líquida e ainda manteremos o corpo físico, mas com certeza mais leve, e depois seremos de pura luz(claro, para passar a isso se levará um tempo).

Os que ficarem na velha Terra serão os que não querem mudar, os que estão presos na negatividade, e ficarão com o que criaram (por isso, somos seres criadores, criamos o que queremos pra nós) e terão que pagar seus karmas, e depois que morrerem já não se permitirão ir a Terra e sim irão a outros planetas onde ainda existam negatividade para que evoluam e desfaçam do karma que tem que pagar(como o exilados de Capela, onde muitos que estavam lá tiveram que vir pra cá na Terra).

Disso se trata a Bíblia dos que serão deixados para trás, e fala do novo céu e da nova Terra e os que ficarem atrás são os que não estarão prontos, e “na hora” não mais poderão mudar suas vibrações tão rápidamente, (isso tem que ocorrer gradualmente), e para ir temos que mudar nossas vibrações AGORA para poder passar a essa transição! Os que se derem conta será tarde demais, então, tem que estar trabalhando nisso JÁ nesse momento.

Fala que as pessoas “despertas” devem contatar com pessoas que estão no meio termo, mas os que estão imersos em negatividade não tem jeito, precisam passar por processos de evolução ainda, e devemos ajudar as pessoas que não sabem a que lado ir, que estão perdidas nessa dualidade, estas devemos ajudar, mostrando as mudanças que virão. Temos pouco tempo para nos ajustar a essas mudanças e por causa desse evento não normal no universo, essa divisao, do bem e do mal, por assim dizer, muitas almas puras estão chegando (há tempo) para ajudar nesse “evento” e auxiliar na elevaçao da consciência do que estão aqui.

E está funcionando, o positivo está SOBREPASSANDO o negativo e estamos mudando esse mundo e é muito tarde para voltar atrás, está em processo e ESTÁ acontecendo. Uau!! Quem quer mudar!?Que barco pegar! Não sabemos na verdade como somos ou quem somos, mas podemos saber muito bem oque queremos!!

Documentário sobre Chemtrails: Que demônios estão fumigando?

Um filme, com o titulo original “What in the World Are They Spraying?”.

Quase todo mundo já viu aviões cruzando céus deixando rastros brancos por trás que se estendem de horizonte a horizonte, convertendo com o tempo em uma nuvem escura, ou de outra cor. Se isso é somente vapor dos reatores do avião, fica a dúvida, porque ninguém questiona: Quem esta fazendo e Por que.
Dessa forma, esse vídeo pretende abrir uma porta sobre esse assunto de “chemtrails”.

Esta é a historia de uma indústria em rápido desenvolvimento chamado de geo-engenharia, impulsionada por científicos, empresas, e a intenção dos governos sobre a mudança climática global, o controle do clima, e a modificação da composição química do solo e a água – todos supostamente para o melhoramento da humanidade. “Eles” insistem que está em fase de discussão, mas a evidencia é que se começou desde 1990.

Um documental que mostra a Inumana Matança de golfinhos

THE COVE – É o nome desse documental que mostra a realidade dos golfinhos antes deles chegarem nas piscinas de apresentação de shows em todo o mundo, uma barbárie que tem que acabar e mais que tudo se tem que ter conhecimento antes de ver espetáculos como esse. Os Animais(todos) tem que viver em seu habitat, isso somente faz parte da ganância e superior crueldade do homem. Eles nasceram livres, não optaram em serem artistas de circo e malabarismo! Assistam ao filme! É muito impressionante! The Cove
~ Inumana Matança de Golfinhos ~
Documental de Rick O’barry
Fuente: El Tiempo – 16 de junho de 2010.
O documental ganhador de um premio Oscar, deixa ao descoberto a inumana matança de golfinhos que se realiza em uma pequena baía de Japão
Um tranqüilo povoado chamado Taji. Tudo gira em torno aos golfinhos. Barcos com forma de golfinho, um museu dedicado aos cetáceos, bicho de pelúcias com forma de golfinho, disfarces de golfinho… A simples vista tudo parece amor e devoção por estes mamíferos.
Mas esta Baía parece sido tirada da mente do mesmíssimo Stephen King. Resulta que Taji é o maior exportador de golfinhos para “golfinarios” do mundo. Também é conhecido por exportar carne de baleia e de golfinho. Na certa, os comerciantes do lugar presenteiam carne de este cetáceo aos colégios para que as crianças de café da manha.
No entanto, o que não se sabe é que cada ano os pescadores da zona acurralam aos golfinhos menos aptos para os “golfinarios” e os aniquilam brutalmente em uma cova secreta, de aí o título do filme.
Com a premissa de descobrir ao mundo esta barbárie, quando estrear, com Ric O’Barry a frente, o documental ‘The Cove’, ganhador de um Oscar na passada edição dos prêmios da Academia de Cinema de Estado Unidos. Ric é um dos primeiros treinadores de golfinhos do mundo, foi o treinador da serie Flipper nos anos sessenta e oitenta o triste honor de ser o criador da indústria dos “golfinarios”.. Era rico e famoso, mas sua vida mudou quando Flipper se suicidou em seus braços.
Resulta que o golfinho é o único animal, aparte do homem, capaz de suicidar-se, pois podem deixar de respirar voluntariamente. Foi então quando O’Barry se deu conta de que estes mamíferos não podem viver em cativeiro e se arrependeu de tudo o que havia feito até o momento. “Os golfinhos vivem bem deprimidos em essas piscinas de cimento, o famoso ‘sorriso de golfinho’ (o sorriso largo eterno destes mamíferos) é uma grande hipocrisia macabra” sinala este ativista, que ha 35 anos luta por destruir a indústria que ele mesmo criou.
Estréia proibida em Japão
Louie Psihoyos é o realizador deste polemico documental. Este diretor de fotografia da National Geographic decidiu viajar junto a Ric a Japão para gravar o massacre. Com uma equipe semi-militar de câmaras camufladas, chegarão a Taji, onde foram mal recebidos. “Passamos muito medo durante a filmagem, nos vigiavam constantemente e agora mesmo temo por minha vida, mas não me renderei”, diz O’Barry, que ameaçado pela Yakuza (máfia japonesa), viaja a Japão sempre com guarda costas e colete anti-balas.
O filme se ia estrear este mês em Japão, mas as ameaças de uma grande minoria radical pararam a ‘premier’. “Estes radicais dizem que ‘The Cove’ é um ataque racista contra a tradição nacional, e ameaçaram a família do distribuidor em Japão para que de pra trás com a estréia”. Resulta inquietante que “o próprio Governo de Japão esteja também contra desta projeção”, assegura Ric.
Recordemos que Japão é dos poucos países (junto com Islândia e Noruega) que tem permitida a caça de baleias. Grande parte destas capturas se realizam com o pretexto de fins científicos. Mas em palavras de O’Barry, de fins científicos não tem nada. Por isso, baixo esse pretexto, matam aos golfinhos para vender sua carne como se fosse de baleia.Também discrepa do argumento de ‘morte ao instante e sem dor’ destes animais que proclama o Governo nipônico. “Os matam de maneira cruel e indiscriminada”, e isso é precisamente o que podemos ver no filme. A água da Baía de Taji se tinge literalmente de vermelho enquanto os mamíferos empreendem uma desesperada fuga por salvar suas vidas, mas não tem escapatória.
Esta apreciada gravação serviu para que muitos altos cargos do governo Japonês se retratem de suas palavras e inclusive dimitam ao demostrar O’ Barry que “nem tudo é tão bonito como pintam”.
“Tem que parar este massacre, acabar com os “golfinarios”, e a única forma é que a gente deixe de comprar entradas para ver estes espetáculos lamentáveis”, clama desesperadamente Ric.
Carne contaminada con mercurio
“Comer carne de golfinho é como comer carne apodrecida”, sentencia o diretor do vídeo. Esta é a segunda linha argumental de ‘The Cove’, que também demonstra que a carne que comem as crianças nos colégios e a que qualquer pode comprar nos comércios, está altamente contaminada com mercúrio. Em concreto 2,000 vezes por encima da quantidade permitida pela Organização Mundial da Saúde.
Ric e sua equipe conseguiram reunir já quase um milhão de assinaturas através de http://www.savejapandolphins.org e http://www.takepart.com/thecove de pessoas que, depois de ver o documental, quiseram somar-se a causa. Tambem diversas organizaçoes como Greenpeace apoiam o projeto.
O’Barry afirma que seu único objetivo antes de morrer é acabar com esta industria: “Temos que conseguir que os japoneses conheçam esta historia, não sabem nada sobre isto e estou seguro de que vamos a mudar esta situação”. Por sua parte, o diretor de ‘The Cove’ confia firmemente na missão de Ric, a quem qualifica de “autêntico héroi”.
O documental se converteu no assunto de Estado em Japão e este estreará em Espanha, “o país com maior taxa de golfinhos em cativeiro de Europa”, segundo Ric. Perguntado por seu próximo projeto, este ativista de 70 anos se mostra firme: “Não penso mais longe do projeto ‘The Cove’, tenho que destruir este horror”, conclui com voz entrecortada.

The Cove – Tráiler español